MORNAS ERAM AS NOITES


... de como elas se entregaram aos dias.

Autor: Dina Salústio
Capa: Foto de Beitz

Editor: Instituto Caboverdiano do Livro e do Disco
Colecção: Ficção
Ano de edição: 1994
Patrocínio: IX Feira do Livro Português




Antologia de crónicas da excelente escritora caboverdiana que abordam uma diversidade de temáticas que dizem respeito à cultura das ilhas mas que também têm ressonância universal. A linguagem é permeada duma sensibilidade poética e as temáticas revestem-se de um forte conteúdo existencial. A autora dedica atenção especial à experiência das mulheres e das crianças, abordando assuntos difíceis como a violência doméstica, o fardo da experiência da maternidade, a opressão patriarcal nas suas múltiplas formas e a prostituição infantil.
Fernando Arenas

2 comentários:

Anónimo disse...

UM LIXOOOOOOOOO!

Lavinia disse...

já li o livro e adorei. só uma pessoa ignorante pode não gostar. se leres com atenção e tiveres inteligência suficiente para descodificar a mensagem perceberás que não é um lixo.