CHUVA BRABA


Mané Quim, jovem camponês da ilha de Santo Antão, vive confrontado com o dilema - aceitar o convite do padrinho e emigrar para a Amazónia, onde o espera uma terra rica, abundante em água e de colheitas fáaceis e fartas, ou ficar, com a velha mãe, labutando nas ressequidas courelas, sonhando com água que lhes dê vida.
Chuva Braba conta a história de Mané Quim, dando-nos um retrato veemente desse extraordinário povo que habita Cabo Verde, com a sua doçura, a sua pureza, o seu estoicismo, o seu apego à terra, no quadro grandioso da paisagem de Santo Antão.
Sobre Chuva Braba escreveu Vitorino Nemésio: "uma pequena obra-prima da novelística islenha".

Autor: Manuel Lopes

Editor: Editorial Caminho
Ano de edição: 2001 (2ª)

(fonte: Fnac; BMLx - Camões)

2 comentários:

Luis disse...

tive a oportunidade de ler pela primeira vez esse magnifico trabalho literario de um dos melhores nomes da literatura Cabo Verdiana a uns 17 anos atras, e so tenho boas recordacoes do livro. Passando todo esse tempo procurei sempre encontrar-lo mas sem sucesso. Mas uma coisa e certa:
Nao me descansarei ate encontrar-lo
Luis Gomes

BMF disse...

Esta obra é de acesso fácil, foi reeditada pela Editorial Caminho, e é disponibilizada pela Fnac-Portugal que propõe um serviço de venda via internet.
BMF